quinta-feira, 22 de julho de 2021

Os Tigres Rock: Juntando amor ao Rock e ao Criciúma Esporte Clube, grupo lança videoclipe

Depois de sete anos da gravação, mais precisamente, no dia 13 de julho, dia internacional do Rock, a banda Os Tigres Rock divulgou seu primeiro videoclipe, “Você Nunca Vai Entender”. Os músicos difundiram o álbum “A Banda Carvoeira” através das plataformas digitais e de streaming.

Conhecida pelos ávidos e apaixonados torcedores do Criciúma Esporte Clube, principalmente cantada pela Os Tigres, a maior barra de SC, a canção "Você Nunca Vai Entender" traz em sua essência, o amor incondicional e sem divisão pela camisa tricolor, o espírito festivo e aguerrido do torcedor criciumense e a determinação dos carvoeiros.

O videoclipe é um grito contra os “mistos” (pessoas que torcem para clubes do eixo) e também contra o estapafúrdio “futebol moderno”, que com suas regras afasta cada vez mais o clube da torcida. No audiovisual, há a personificação da paixão de seis músicos que mantém de forma mútua, o amor pelo Criciúma Esporte Clube e também pelo Rock.

Sobre a banda

A banda Os Tigres Rock foi formada no ano de 2012, surgida através da barra homônima do clube. Com distorções e pegada rock n' roll, o grupo alia a ideia de poder difundir as canções proferidas no estádio e trazer ainda mais pessoas para conhecer o Criciúma Esporte Clube.

Foto/Divulgação

E diante disso, dois anos após a reunião, os músicos divulgaram o álbum “A Banda Carvoeira”, que possui nove faixas e até então, havia sido lançado apenas através do Soundcloud e em algumas cópias físicas, já esgotadas. Devido a isso, sete anos após a difusão do material, os criciumenses enfim, disponibilizaram para mais plataformas.

Formação Atual:

Thiago Hertel (Bateria)

Júlio Bitencourt (Baixo)

Fabrício Biava (Guitarra)

JP Búrigo (Guitarra e Vocal)

Eduardo Benincá (Trompete)

Rafael Freitas (Trombone)


Plataformas Virtuais:

Facebook

Instagram

YouTube

Spotify


terça-feira, 6 de julho de 2021

Lucas Viegas, George de Liz e Josué Souza: Questionamentos e reflexões através de “Antes de Tudo se Acabar"

No dia 22 de junho, os amigos lageanos Lucas Viegas, George de Liz e Josué Souza difundiram a canção “Antes de Tudo se Acabar”. Ela contou com a participação de Gabriel Luz e Luan Fabian.

Com uma sonoridade progressiva, remetendo aos pilares do experimental, o projeto foi audacioso e totalmente distinto. A arte da DEMO foi assinada pelo talentosíssimo Vitor Koeche, enquanto a mixagem da faixa partiu de George de Liz. Com um instrumental ímpar, os riffs alternavam a cada take, seja pelos solinhos ou pela composição.

A referida letra foi composta por George e enfatiza uma distopia cinza e totalmente inesperada, ao qual faz questionamentos acerca da existência e de seus mistérios. Ao fim, a canção indaga trazendo referência ao “nono círculo”, último estágio da gravidade dos pecados, segundo Dante Alighieri em seu principal livro. Nesse último círculo, há a predominância das piores traições ocorridas na Terra.


Antes de Tudo se Acabar

Formação Atual:

George de Liz (Vocal, Baixo, Teclado e Violão)

Lucas Viegas (Guitarra rítmica e solos. Violão e Vocal de Apoio)

Josué Souza (Bateria)

 

Participação Especial:

Gabriel Luz (Vocal de apoio e efeito sonoro)

Luan Fabian (Guitarra solo e efeitos sonoros)

 

Plataformas Virtuais:

YouTube


segunda-feira, 5 de julho de 2021

Juggernaut: O terrorismo virtual é tema de seu novo videoclipe, “Hollow Surface”

Na última quarta-feira (30), os blumenauenses da Juggernaut divulgaram o videoclipe da canção “Hollow Surface”. A música está inclusa no álbum “La Bestia”, disco lançado em janeiro pelo grupo de Thrash Metal.

O vídeo possui 04:34min e exibe takes dos quatro integrantes tocando.  É possível identificar a sincronia entre os mesmos, a agressividade e celeridade de cada riff e a potencialidade dos vocais de Cícero. Já a composição, trata de assuntos atuais, denunciando formas de terrorismo virtuais e os malefícios causados pela internet.


Sobre a banda

A Juggernaut foi formada em 2005, na cidade de Blumenau, em Santa Catarina. O grupo reuniu músicos experientes e logo de cara, lançou uma demo homônima. Com a aceitação no cenário do Thrash Metal regional, os músicos rapidamente se tornaram figurinhas carimbadas, nos principais festivais do estado.

Foto/Divulgação

Em sua discografia, os blumenauenses possuem três discos, “Lines Of The Edge” (2006), “Ground Zero Conflict” (2011) e o mais recente “La Bestia”.

 

Formação Atual:

Cícero (Vocal)

Célio (Guitarra)

Alefer (Bateria)

Fabrício Duwe (Baixo)

 

Plataformas Virtuais:

Facebook

Instagram

Metal Archives

Spotify

YouTube

 


quinta-feira, 1 de julho de 2021

Viola Roots: Novo videoclipe “Lei da Selva” conta com a participação de Frank Ribeiro, do Jamaica Groove

No último domingo (27), a banda Viola Roots do Balneário Rincão, divulgou “Lei da Selva”, seu novo videoclipe. A canção contou com a participação de Frank Ribeiro, vocalista da Jamaica Groove.



O vídeo foi gravado por Gustavo Avohai e estará incluso no Projeto: Viola Roots – em estúdio & Ao Vivo. No entanto, a banda difundiu como seu primeiro videoclipe do trabalho, já que conta com uma participação especial.

A música mixada e masterizada por Fabrício do BC Estúdio possui 05:06 min e traz em seu instrumental, riffs harmônicos e técnicos. Além de contar na composição, com assuntos totalmente atuais, como discriminação e exclusão social. Em uma semana que as minorias foram pauta, ela surge como um alento e em apoio a qualquer tipo de intolerância ou preconceito.

Foto/Divulgação

Sobre a banda

Com 18 anos em atividades, a banda Viola Roots é um dos maiores expoentes do Reggae em Santa Catarina. Com dois álbuns lançados, o precioso “O Som que vem da praia” de 2008 e o mais recente “Guerreiros do Bem” de 2017, o grupo soma diversos videoclipes e alguns hits que os sul catarinenses já conhecem, através dos shows que assiduamente o grupo sempre fez pela região.

Formação Atual:

Rafa Rosso (Vocal)

Stefan Dal Pont (Baixo e Vocal)

Rafael Bacis (Guitarra e Vocal)

Ramon Pizzetti (Percussão)

Giovane Domingos (Bateria)

Fernando Albuquerque (Teclado)

Henrique Trombim (Trombone)

Jeff Serafim (Trompete)

 

Plataformas Virtuais:

Facebook

Instagram

Spotify

YouTube


quarta-feira, 30 de junho de 2021

Dear Distaster: Desilusões e inseguranças são temas de “Dear Diary”, seu primeiro single

Na última sexta-feira, a banda florianopolitana Dear Disaster, difundiu seu primeiro single, “Dear Diary”, através de suas plataformas de streaming. A canção estará inclusa no Ep homônimo, que será divulgado no próximo dia (2).

A faixa traz um Pop Punk, com pinceladas do Emocore. Ao ouvir a música, é nítida, a influência de Paramore e de bandas que impulsionaram a difusão do estilo. No entanto, com algumas particularidades, primeiramente pela referência ao Ska Punk e também pelas referências ao Punk Rock.

“Dear Diary” é cadenciada e ao mesmo tempo alterna entre os riffs, isso faz com que o refrão enfatize os vocais limpos de Carol. As questões amorosas abordadas na letra, faz com que o ouvinte ingresse novamente nos tempos áureos do início dos anos 2000, quando as inseguranças e os dramas existenciais personificavam cada canção do estilo.

Foto/Divulgação

Formação Atual:

Carol Lima (Vocal)

Marc Furtado (Guitarra)

Fernando Baggio (Guitarra)

Gui Guedes (Baixo)

George Heleodoro (Bateria)

 

Plataformas Virtuais:

Facebook

Instagram

Spotify

YouTube


segunda-feira, 28 de junho de 2021

Aline Amorim: “Aí Existe um Pouco de Mim” evidencia o desabrochar de novas paixões

Há aproximadamente um mês, a cantora e instrumentista lageana, Aline Amorim, difundiu seu novo videoclipe “Aí Existe Um Pouco de Mim”. A música está presente no Ep “Sons Que Me Tocam” e para idealização do audiovisual, a musicista contou com apoio do projeto viabilizado pela Lei de Emergência Cultural Aldir Blanc.

O clipe protagonizado por Milena Faustino e Gadyego Matos traz uma metáfora de um relacionamento, no qual, a paixão floresce em dias ensolarados e felizes através de uma rosa e com o decorrer dos acontecimentos, se definha ao léu em takes preto e branco e melancólicos. Todavia, antes que o sentimento pudesse ser dilacerado, surge um girassol para dar tons novos e vibrantes à vida. E a rosa, sem se desbotar passa a florir novamente através de um novo amor.

Foto/Divulgação

A canção é suavemente harmônica, tem riffs lentos e calmos e flerta através de uma MPB, ao passo do ingresso de um Sambinha singelo e totalmente significativo. Em algumas partes do vídeo, é possível notar a presença de Aline que com sua bela voz, vai narrando os acontecimentos.


Plataformas Virtuais:

Spotify

YouTube



sexta-feira, 25 de junho de 2021

Projeto Pancada: Músicos lançam single de estreia

No dia 04 de junho, dois nomes conhecidos do cenário musical catarinense, o vocalista e guitarrista Alex Cole, o baterista Gabriel Klein e o baixista Franck Vieira colocaram em prática, mais um trabalho mútuo, o Projeto Pancada.

Foto/Divulgação

A ideia desenvolvida no período da pandemia ganhou corpo e trouxe à tona, o intuito de convidar amigos a participar das canções. 

Para a difusão do projeto, nada melhor que um videoclipe. Surge assim então, o single “Pancada”, dirigido e editado por Doug Theiss. O clipe conta com as participações de Anie Pukal nos vocais, de Cícero nos solos e do icônico Quique Brown, ao término do vídeo.


Com uma sonoridade violenta, recheada de celeridade e peso, a banda ingressa no cenário catarinense, da forma que os músicos mais se identificam, com o Punk cru, o Hardcore Raiz e agora, com parcerias de figuras ilustres e importante do underground.

A canção “Pancada” estará inclusa no primeiro álbum do projeto, intitulado “Caos Geral”. O disco será lançado ainda nesse ano, pelo selo Velvet Discos.

 

Plataformas Virtuais:

Facebook

Instagram

YouTube


Postagens mais antigas → Página inicial

DEIXE SEU LIKE

ESTATÍSTICAS