segunda-feira, 11 de abril de 2016

Primuz

Com uma atmosfera de fé e esperança o quarteto Primuz vem demonstrando suas mensagens pelas cidades onde passam. A banda surgiu no ano de 2009 na cidade de Nova Veneza, tocando cover de bandas britânicas de Indie Rock. 

E no ano de 2013 a banda lança um Ep homônimo denominado “Primuz”, que contém quatro faixas, “Chegou”, “Ficar Aqui”, “Mãos e Pés” e “Morada”, músicas com muita influência do Rock Britânico. O disco baseou-se na experiência de vidas dos integrantes e foi produzido por Tiago Pimpas(Guitarrista da banda Onix 8) no Pimpas Estúdio.

Em 2016, a banda lançou seu primeiro videoclipe denominado “O amanhã”, que em menos de dois meses já possui 1500 visualizações no Youtube. O clipe foi gravado na cidade de Nova Veneza, e no Balneário Esplanada em Jaguaruna e teve a produção de Renata Cechinel e direção de Welton Souza. A música nos propõe uma reflexão sobre como devemos proceder diante de situações que requerem nossa ousadia para conseguir gerar uma determinada mudança. A canção traz em sua essência uma mensagem simples, que as transformações do amanhã só ocorrem se tomarmos uma atitude hoje. O primeiro passo sempre será necessário para construção de algo novo, depende apenas de cada um de nós iniciarmos esse trajeto. O futuro nunca será algo concreto, justamente por isso é necessário arriscarmos independentemente de qualquer medo. Pois o medo do que nos espera amanhã, nunca poderá ser maior do que a nossa vontade por descobrir quais melhorias podemos alcançar.

Suas principais influências são Mumford And Sons, James Bay, Foo Fighters, Kings Of Leons, Foals e Amy Winehouse. Em seus shows, os músicos mesclam cover de alguma destas bandas com seu repertório de músicas próprias.

Um fato curioso é o surgimento do nome, que foi devido ao trio fundador da banda serem primos. Jadson Da Luz(Voz), Julian Da Luz(Bateria e Voz) e Leandro Pizzolo da Luz(Guitarra). No ano de 2015 a banda apresentou seu baixista Diógenes Constantino.

Devido ao reconhecimento da Cena Catarinense, os músicos tiveram a possibilidade de conhecer novos lugares e tocar em cidades como Lages, e Florianópolis.

Abaixo um recado dos músicos:
 “Em cada apresentação damos o nosso máximo e o público nos retribui da mesma forma. Isso nos impulsiona a fazermos ainda melhor, mas sabemos que não somos os protagonistas das nossas apresentações e sim a mensagem que cada letra passa. Enquanto nossas músicas fizerem diferença na vida das pessoas, a nossa voz não se calará”, banda Primus. 


As mídias sociais da banda são:

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário