segunda-feira, 5 de setembro de 2016

Juggernaut

A região do vale nos reserva excelentes atrativos turísticos e uma demanda grande de grupos de Metal. Hoje conheceremos o trabalho da Juggernaut de Blumenau.



O grupo fora formado em 2005 com o desejo de Célio Jr (ex guitarrista da Rhestus) montar seu novo trabalho que consistia em fazer um Thrash Metal com fortes influências de Sadus, Death e Destruction, mesclado com metal progressivo como Rush, Marillion e Dream Theater . Para o complemento da banda, ingressaram-se Daniel Justen (Baixo/Vocal), Edson Roberto (Bateria) ambos ex integrantes da banda In Nomine.

O significado do nome Juggernaut se deu a partir do que a palavra representa, grande massa de destruição. Isso casou muito bem com a banda que apresenta um som técnico, potencial, agressivo e rápido.



As temáticas das letras caminham entre questões existenciais, à descontentamentos em  questões sociais e de massa.

Em 2005 os músicos lançam o primeiro trabalho intitulado “Juggernaut”. A demo conta com três faixas, “Holy Lie”, “Anytime It Will Be Over” e “A Question To Be Answered. O ep foi produzido de maneira independente e fora agraciado perante a mídia e bem aceito pelo público.



Em maio de 2006 Edson deixa a banda e dá lugar a Carlos Lana (Bateria) e Fabrício Duwe(Segunda Guitarra). No mesmo ano o grupo entrou em processo de gravação de seu primeiro álbum full length. E em novembro foi divulgado sobre a denominação de “Lines Of The Edge”. O disco contou com 09 músicas, a homônima “Lines Of The Edge”, “Xenophobia”, “No More Selfishness”, “Holy Lie”, “Prejudice”, “A Question To Be Answered”, “Greed Is My Name”, “Anytime It Will Be Over” e “Own World”. O mesmo fora gravado de maneira independente. O álbum foi o pontapé inicial para a inclusão do grupo no cenário do Metal brasileiro, possibilitando aos mesmos uma turnê, Thrashing On The Edge Tour em vários estados brasileiros.




Devido a mais reformulações na Juggernaut, Célio e Carlos iniciaram o desenvolvimento do segundo disco sozinhos. Mas no ano de 2009, entra na banda o vocalista Cícero (Overtrash) e o baixista Valda(Rhestus). Antes da finalização do full length Carlos deixa o grupo, para dar lugar a Wilson.

O ano de 2011 trouxe bons ares à banda, pois divulgaram seu novo álbum que foi intitulado “Ground Zero Conflict”. O referido disco traz sete canções, “Taking Life To Save Life”, “Shadows Of Reality”, “Free Words For Fight”, “Lost In Collapse”, “The Last Awakening”, “Faces Of War” e “Undercurrents”. O novo disco traz uma sonoridade um pouco diferente aliado a um amadurecimento e a personificação do estilo dos novos integrantes. Um álbum enxuto que novamente foi produzido de maneira independente.



No final de 2012 Wilson saiu do grupo e ingressou Alefer(Ex Fuzilador e Damnation). O músico rapidamente se entrosa ao grupo e mostra toda sua técnica nas baquetas.

A banda está em processo de composição de um novo Ep donde a previsão de lançamento ainda não foi divulgada. Além disso os músicos estão no desenvolvimento de um videoclipe.

Atualmente os integrantes são Cícero (Vocal), Alefer (Bateria), Valda (Baixo) e Célio Jr (Guitarra).


As plataformas virtuais estão abaixo:

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário