quarta-feira, 28 de setembro de 2016

The Outlaw Singers

O som que hoje será apresentado, remete às raízes, raiz do country, raiz do rock, raiz do blues, raiz do folk e raiz do bluegrass. Essa compilação de estilos, complementada com a singularidade do jeito de cada integrante tocar, leva-nos a conhecer a The Outlaw Singers.



O significado do nome em si, seria “Os Músicos Fora Da Lei”. Tal denominação cairia muito bem para a personalidade do grupo. Mas a designação inicial do nome do grupo seria “The Brewmaster”, porém nenhum membro da banda entendia muito sobre cerveja, devido a isso concluíram em forma de um brainstorming e chegaram a definição atual, “The Outlaw Singers”.

O projeto fora desenvolvido em 2014 por músicos conhecidos na cidade de Jaraguá Do Sul, local onde tudo se originou.  A ideia em si partiu de João Augusto (Violão e Voz) que se juntou a seus companheiros de banda, Ismael Niels e Gustavo Peitruka na Estado Deplorável, e James Dinho da Os Fritz Da Puta. Como cita Gustavo (Voz e Banjo), “A gente criou a banda com o intuito de se divertir e fazer um som totalmente diferente do que se tem na região, que preza muito mais pela cena do metal, punk, enfim, estilos com distorção...”

As influências da banda são amplas, desde Johnny Cash, Hank Williams, Hear Scrugs, Bob Wayne, Leandro e Leonardo e Zezé di Camargo e Luciano. Consequentemente, ouvem e tocam juntos com grandes bandas de bluegrass como Hillbilly Rawhide, Fabulous Bandits, Tiro Williams & The Wild Cowboys, Street Bluegrass, Them Old Crap entre outras.

O grupo possui muitas músicas autorais, dentre elas se destacam “Family Heirloom”, “Cheiro de Polvóra” e “The Chairs Will Fly”.

Em fevereiro deste ano, a The Outlaw Singers divulgou seu videoclipe “Um Vestido”. O clipe foi uma parceria da banda com a estilista Diana Demarchi. A letra fora composta pelos músicos, a edição e a imagem foram produzidos pela própria Diana. Hoje o vídeo já conta com 15.000 visualizações.



Atualmente os músicos estão gravando algumas canções que estarão em seu primeiro álbum, que será lançado em 2017.

A banda é composta por Gustavo Peitruka (Voz e Banjo de 5 cordas), Ismael Niels (Baixo), James Dinho (Bateria) e João Furlani (Voz e Violão).

O grupo tem um recado:
“O que a gente sempre fala sobre a música autoral, é nunca desistir do próprio trabalho. Por mais que a maioria ainda prefira pagar 20 reais para ver uma banda cover, sendo que eles podem ouvir em casa... e as bandas autorais fiquem tocando para o dono do bar ou para a tia da limpeza, não dá para desistir. É correria, é suado, é pouco apoiado, mas de ver a galera cantando as suas músicas nos shows, ter a possibilidade de gravar um cd ou um clipe, isso compensa todo o esforço... Agradeço muito Guigo, pela entrevista e já admiro pra caramba seu trabalho”.

As plataformas virtuais dos músicos estão abaixo:





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário