terça-feira, 31 de janeiro de 2017

Guerrilha - "Sangue, Lágrima e Suor" (Resenha)

Resenha sobre o álbum “Sangue, Lágrima e Suor" da banda paulistana de Punk Rock Guerrilha.



“Guerrilha”, a faixa homônima que introduz o álbum, inicia de forma branda, com um monólogo seguido pelo instrumental, mas logo toma estrutura com o trecho “Vamos tomar o nosso lugar! ”. A música traz um refrão eletrizante e em meio a versos marcantes e intensos promove o empoderamento do povo, enquanto aborda de forma concomitante sobre engajamento político.

A segunda faixa intitulada “A Culpa é de Vocês” se caracteriza pelos versos rápidos articulados ao instrumental frenético capaz de cativar o ouvinte. A temática da letra é o conformismo e a resignação da massa afetada por este, que acaba se tornando submissa as regras e conceitos vigentes dentro da nossa sociedade.

“Tráfico de Influências”, terceira faixa, inicia-se com um vocal ameno que condiz com o instrumental, o qual progride de acordo com a velocidade do vocal e atinge seu apogeu nos versos marcantes do refrão, tais como “Os verdadeiros traficantes estão no congresso”. O título da música é autoexplicativo, já que esta trata propriamente dos benefícios adquiridos através do Tráfico de Influências, que ocasionam nos gargalos da justiça que pune o “fraco”, mas age de forma negligente com os que estão no poder.

A quarta faixa “Fora Do Eixo” começa com um instrumental potente e rápido. Já a sua temática caminha nos âmbitos hipócritas da nova geração que não está acostumada a lidar com a defasagem no sistema político. Nela também ressalta o contraste das pessoas mais velhas.

“Groove da Pesada (Groovecore)” é a quinta faixa do álbum e conta com a participação de Flip (ZRM). A temática da letra é a espontaneidade na composição, relacionada a facilidade de abordar um tema relacionado a realidade do jovem brasileiro de classe baixa. Tudo isso somado a mistura de estilos presentes na canção, que mescla Rap, Groove e Punk.

A sexta faixa, “Vida de Cão”, tem como tema a desigualdade social que está retratada no dia-a-dia do trabalhador brasileiro, além da defasagem do transporte público e a má distribuição de renda. A sonoridade desta faixa é puxada para o Hardcore com um instrumental linear.

“13-Jun-13”, sétima faixa, retrata a data que ocorreram os protestos contra o aumento das tarifas do transporte público. Os trechos presentes na música foram adaptados do poema “Quinta-feira 13, Primavera Junina”, escrito por Kbeça, o qual retrata muito bem as manifestações.

“Receba e Processe” é a oitava faixa do álbum, e surge como um protesto contra toda a alienação usual em nosso cotidiano. A canção traz um grito de rebeldia contra a sociedade que sempre busca nos governar, já que crescemos em um mundo “planejado” no qual somos expostos a uma espécie de “lavagem cerebral”. O instrumental é composto por baquetas rápidas e riffs nervosos.

A nona faixa, “Rota de Fuga”, ressalta que não devemos nos desvencilhar de nossos sonhos, nos sobrepondo ao destino e não deixando o mesmo tomar as rédeas. Enquanto todo o passado deve ser esquecido. A sonoridade da canção é mais leve e as vozes mais intensas.

“Falsos Valores”, uma das últimas músicas presentes no full length trata da fraqueza que grande parte da população possui em relação ao caráter individual devido a extrema importância dada ao dinheiro. O que acarreta em uma sociedade hipócrita e dependente do material. Chama atenção na faixa a alternância no instrumental, que varia entre riffs pesados e notas mais lentas.

A penúltima faixa do álbum é denominada “Hein?” Além de citar o problema sócio-político que é a miséria, ainda retrata quadros de alucinação. A canção se destaca pelo vocal mais rasgado, além do início calmo que logo retorna à sonoridade rápida marcante da banda.


O álbum encerra de forma saudosa com “Lembranças”, a faixa foge um pouco da temática política e assim como especificada no título trata de relembrar acontecimentos de forma nostálgica, recordando a inocência existente antes de nos darmos conta dos problemas em nossa sociedade. 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU LIKE

ESTATÍSTICAS