segunda-feira, 3 de abril de 2017

Plunder

Da gelada Serra Catarinense surge a Plunder



As gélidas paisagens contrastam com o Heavy Metal feito pelo grupo, porque o mesmo era feroz, potencial e agressivo. A banda foi formada em 2015 por integrantes experientes no intuito de recordar a glória do Metal Tradicional. A primeira formação era composta por Thomas Michel Antunes (Guitarrista), Fernando Wolf (Vocal), Decão Braga (Baterista) e Max Mendes (Baixo).

Entretanto a primeira apresentação dos músicos, fora no Muze Bar. A casa estava lotada e personificou-se a agitação constante dos primeiros fãs já na noite de estreia. Sete meses depois Will Anjos assumiu o vocal no evento do Underbands em Caçador-SC.

Em relação às referências musicais da banda, destaque para clássicos do Metal Tradicional como Judas Priest, Black Sabbath, Metal Church, Accept, Ozzy Osbourne e Iron Maiden. Consequentemente o playlist dos músicos é acrescido por mais grupos.

A designação “Plunder” fora elaborada por Thomas, e essa cognominação dá um tom mais violento à pronúncia e facilmente falada pelos brasileiros. O nome também remete a várias letras do metal mantendo como sinônimo de saque e pilhagem, composições estas feitas por Saxon, Running Wild e Iron Maiden, como citam os músicos, “É o que fazemos: tocamos e depois roubamos cerveja da galera (risos) ”.

As abordagens sonoras são fortemente caracterizadas por violência, guerra, pessoas dilaceradas, mortes e do terror que o medo causa.  Vale salientar que nas composições há ainda contextos históricos, como o massacre que o exército brasileiro comandou sob duas mil crianças paraguaias no início do século passado e também sobre o rei afegão que invadira a Índia mais de 20 vezes com o intuito de dominar os povos e usurpar suas riquezas.

A banda possui 8 músicas compostas e atualmente está em processo de gravação de seu primeiro single, cujo ainda não possui uma previsão de lançamento. Além disso, no momento a Plunder está focada na composição de músicas, bem como a gravação de um vídeo clipe da homônima “Plunder”. O grupo também possui um show que mescla vídeo-art, narração e histórias das músicas da banda.

Os músicos já se apresentaram em grandes festivais como o Underbands ao lada da banda norte americana Master, no Otacílio e também no Curupira Rock Club.




 A Plunder deixa um recado aos leitores do blog:
 “Divulgação e apoio ao rock é metal é essencial para crescimento das bandas e formação de público. Acho muito foda a iniciativa do Urussanga Rock Music de conseguir agregar tanto material de tanta banda foda dentro de um site só. É, assim, com muito trabalho que fortaleceremos a cena e faremos surgir bandas e público de qualidade em Santa Catarina. E cedo ou tarde, a Plunder vai chegar nas casas de vocês! ”.

Agenda atualizada:
Dia 7 de março: Colégio Rosa/Sesc, Lages
Dia 9 de março: Matinê From Hell – Taliesyn, Florianópolis
Dia 6 de maio: Red Razor Fest – Célula Cultural, Florianópolis
Dias 16, 17 e 18 de junho: Rock in Hell do Campo, Rio do Campo

Formação atual:
Thomas Michel – guitarra
Will Anjos – vocal
Decão Braga – bateria
Max Mendes – Baixo

Plataformas digitais:





← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário