terça-feira, 30 de maio de 2017

Skombrus

Os destroços originários de São José – SC



Em 2010, quatro amigos, Luiz Maddrumer (Bateria), Marcio Pandolfi (Vocal), Ronaldo Pereira (Baixo) e Rodrigo Silva (Guitarra) resolveram montar um projeto e reunir a velharia, elaborando um som proposto apenas para diversão, assim foi criado a Skombrus, porém o intuito inicial com o tempo modificou-se.

Com essa formação enraíza, apresentaram-se algumas vezes, todavia logo sofreu alterações entre os integrantes. O vocalista Marcio, dá lugar a Guilherme Bridon (Ex PZZ e Khrophus). E no ano de 2012 divulgam o primeiro material, a demo tape “Soco Na Cara” contendo seis faixas, “Pilantra de Fé”, “Agentes da Conspiração”, “Assim na Terra Como no Inferno”, “Soco na Cara”, “Povo Sem Memória” e “Vida Violenta”.



Um ano depois, uma nova reformulação, Guilherme deixa o grupo e o guitarrista Rodrigo Silva assume os vocais, assim como Robson Echeli ( DeathBed e Postergeist) que ingressa nas guitarras.

Em 2014 o grupo lança o segundo trabalho, intitulado “Crack Massacre” obtendo três canções, “Soco Na Cara”, “Crack Massacre” e “Olho Por Olho”. Vale ressaltar que em setembro do mesmo ano Rodrigo Silva egressa da banda conquanto o amigo dos membros, Luis Henrique (Guitarra e Vocal).



A designação antiga era Sckhonbrus, no entanto alterou-se para Skombrus ao afim de simplificar ainda mais a palavra. Essa cognominação faz referência ao fim da humanidade, as ruínas que sobraram da civilização.

As influências musicais são vastas, abrangendo estilos como Thrash Metal: Slayer, Exodus, Sepultura, Testament e Kreator, Hardcore: The Exploited e The Varukers e Crossover: D.R.I, S.O.D, Excel e RDP.

Recentemente o grupo divulgou o primeiro álbum full length denominado “Betrayal Of the Breed” com nove músicas, “Aim In The Head”, “Crack Massacre”, “Bankrapt Justice”, “Guilhotine, Tortured and Genocide”, a homônima “Betrayal Of The Breed”, “Soco na Cara”, “State Of Suffering”, “Olho por Olho” e “Violent Life”.  O material está firmando o nome da banda no cenário do Metal Underground.



Em relação as temáticas das composições, as letras são caracterizadas por ressaltar o caos social cotidiano, as guerras acontecidas e que ainda estão em andamento e acontecimentos peculiares na história.

Entre os planos da banda para 2017 estão a gravação de um vídeo clipe, concomitante a isso, visam dar início a composições para um novo projeto que pode se tratar de EP ou até mesmo um novo álbum. Além disso, os integrantes priorizam a difusão do mais recente trabalho da Skombrus, o full length “Betrayal of the Breed”.

Durante esses 7 anos na estrada, os músicos já tocaram no Takio Rock de Timbó, além de participarem do 1° Metal Floripa, 25° Aniversário do Curupira Rock Clube em Guaramirim e do 10° Otacílio Rock Festival. Vale lembrar que a banda marcará presença no 2º Frai’n Hell Rock Festival, o qual será realizado em Lages.

A formação atual da banda conta com:
Luis Henrique (Guitarra e Vocal)
Roson Echeli (Guitarra e Backing Vocal)
Ronaldo Pereira (Baixo e Backing Vocal)
Luis Maddrumer (Bateria)

O grupo deixa um recado para o Urussanga Rock Music: “Primeiramente agradecer a vocês por nos dar essa oportunidade e participar do seu blog. E dizer aos leitores que nunca deixem de apoiar as bandas, sempre que possível compareçam aos eventos, contribuindo para o fortalecimento da cena underground. Pois somente assim acreditados que as bandas nunca iram parar, mantendo a chama sempre acessa, e abrindo portas para novas bandas surgirem. Abraços a todos. ”

Plataformas virtuais:

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário