terça-feira, 13 de junho de 2017

Rock In Hell Do Campo (3° Edição)

No próximo final de semana, acontecerá o III Rock In Hell do Campo. O evento ocorrerá no município de Rio do Campo – SC.  No cast do festival, há 17 bandas, além dos grupos a serem apresentados, Falcaozinho e Tailana organizadores do mesmo, expuseram diversificadas exibições como Pirofagias Circenses, Super Fogueira, Dança do Ventre, Encontro de Motociclistas, Encontro de Vinins, camping aberto e chuveiros quentes. Os três dias, 16, 17 e 18 de junho estarão repletos de apresentações.
(Obs: Essa não é a ordem das bandas)



Parte I

Na sexta feira, o Rock In Hell Do Campo já recepciona o público com três bandas:
A THC Core vem de Rio do Sul – SC e trará o melhor do Thrashcore/Hardcore. Os músicos são totalmente influenciados por bandas como Ratos de Porão, DFC e Mukeka di Rato.



A estreante da noite é a Pé de Pantufa de Ibirama onde expõe uma mescla de estilos, indo do Blues ao Punk. As composições são caracterizadas por conter abordagens sociopolítica e descontentamento social. O grupo é formado por Silvionei Cunha (Guitarra e Vocal), Guilherme (Guitarra), Josimar (Baixo) e Henrique (Bateria).


A Brigadeiro Espacial irá expor toda a psicodelia com traços de progressivo/MPB. O grupo advém de Dona Emma – SC, cidade do alto vale catarinense. Recentemente os músicos divulgaram o primeiro single, denominado “Madrugada”. A banda é composta por César Oliveira (Vocal e Guitarra), Daniel Zink (Bateria), Rafael Bittencourt (Guitarra) e Ewerton Darosceski (Baixo).



Parte II

O sábado começará agitado pois irá conter sete bandas, mais apresentações em volta da super fogueira.

A Misanthrope é um tributo ao Death que lembrará os momentos marcantes da banda norte americana. Ela é composta por Luciano Magagnim (Vocal e Guitarra), Julia Goetten Wagner (Baixo), Douglas Veiga (Bateria) e Marcos Magagnim (Guitarra).



A Lacrimae Tenebris de Curitiba – PR fará também seu primeiro show trazendo um doom metal mesclado a elementos como Black Metal/ Death/Djent. O projeto é idealizado por músicos experientes e conhecidos no cenário como Timotéo.



O grupo de Metal Balboa’s Punch é originário de Rio Do Sul – SC e é regado à influências como Slayer, Megadeth, Kreator, Testament, Sodom e Metallica. Todavia os músicos possuem materiais autorais, as canções “Open Season” e “Portrait Of War” são bem lembradas pelo público. O grupo é formado por Jaca (Bateria), Juarez Souza (Guitarra e Vocal), Saintclair Shneider (Vocal), Guilherme Lungen ( Baixo e Backing Vocal ) e Cicero Smanioto (Guitarra base).



Da frígida serra catarinense vem a Plunder, os lageanos angariam o melhor do Heavy Metal munidos de referências como Accept, Iron Maiden, Black Sabbath e Ozzy Osbourne . O  grupo está no desenvolvimento do seu primeiro álbum. A formação é Will Anjos (Vocal), Thomas Michel Antunes ( Guitarra), Decão Braga (Bateria) e Max Mendes (Baixo).



Movidos pela cultura celta, a Captain Cornelius de Rio do Sul – SC juntará os resquícios eruditas para o espetáculo que será apresentado. O som proposto é uma mistura de Irish Punk e Folk Metal, personificado nas composições autorais e covers tocados. O grupo é formado por Douglas Sieves (Vocal, Bandolim e Banjo), Camila Varela Buttner (Teclas e Backing Vocal), Fabricio Forechi (Flauta Doce, Transversal e Tin Whistle além de Backing Vocal), Diogo Cezar Marconatto ( Guitarra), Julio Halt (Baixo) e Thomas Sebastian Adam (Bateria).



Na cidade de Garopaba – SC, há uma banda considerável de Southern Metal que é figurinha carimbada nos eventos riocampenses. O grupo irá explicitar suas músicas autorais em destaque para “Tom de Sépia”, “Ser Humano” e “Serial Killer”, todas conhecidas pelo público do vale. Os músicos são Misa (Vocal), Quira (Baixo), Duds (Guitarra) e Sid (Bateria).



Cruzando a região sul, está a Misbehaviour que é a atração de mais longe, de Dourados - MS. Os músicos estarão novamente em SC, desde aquela participação no River Rock em 2004. Na trajetória dos douradenses, possuem dois materiais, o primeiro “Back To The Game e o mais recente “This World Will Desappear”. O heavy metal tradicional executado pelos músicos, faz com que ganhem destaque por onde passam. A formação é composta por Gilson (Vocal), Nairon (Guitarra), Marcus Baixo), Allan (Bateria) e Guilherme (Teclado).



O Duo Arcanum fará a apresentação envolta da fogueira. Toda essa atmosfera é caracterizada pela bela voz lírica de Siddharta e pelo instrumental sapiente de Daniel Muller, o que torna o espetáculo ainda mais mágico e exotérico. Canções clássicas serão abordadas pelo Duo.



Denominado como Belly Dance Tribal, Darwin Fiamoncini irá expor suas danças artísticas em contato com a sinestesia do fogo e com a interação do público presente que se encantará pela coreografia da dançarina.



Parte III

O domingo dá as caras com aquele gostinho de quero mais.

A Vírus HC de Pouso Redondo exibirá o Hardcore/Punk com grandes referências sonoras como Olho Seco, Calibre 12 e Ratos de Porão. A banda é caracterizada pela potencialidade e agressividade em seus respectivos shows. O grupo é formado por Jukka (Vocal), Eduardo (Bateria), Marlon (Baixo) e Carlos (Guitarra).



Depois dos dois vídeos lançados de chamariz para o fest, a Tosse Harmônica de Rio do Sul – SC fará um rock n roll com um tom humorístico, satírico e despretensioso. “De Uma Jam Te Copiei” e “Harmonic Cough” são canções já exibidas pelos músicos nas respectivas plataformas virtuais. O grupo vem ganhando gradativamente a simpatia e o carinho de todos que confirmaram presença no RIHC. A mesma é composta por Marlon Nunes (Vocal e Baixo), Jonathan Deucker (Guitarra) e Gustavo Bachmann (Bateria).



Diretamente de Taió – SC, Mateus Régis transparecerá o acústico.

Simbolizada pela magia celta e pelo esoterismo espiritual, a Dannah de Kayla novamente realizará sua apresentação no Rock In Hell. O grupo personifica a musicalidade céltica através de instrumentos eruditas e de composições herméticas muito bem elaboradas. A banda carrega várias referências sonoras, como Eluveitie, Alestorm, Loreena Mckennitt, Luar na Lubre e Blackmore Nights. A formação atual consta, Eduarda (Vocal), Ingridh (Teclado, Flauta, Cello e Escaleta), Milena (Violão e Guitarra), Vinie (Bateria) e Eduardo (Baixista).



Uma das bandas mais esperadas, advém de Curitiba. O duo Cassandra exibirá um som diferenciado, o instrumental é caracterizado por mesclas de Stoner, Dark Ambient e Metal Experimental além de agregar em suas composições, temática ímpar evidenciadas de forma catastrófica. O grupo já lançou uma demo ao vivo em 2014, e um Full Length intitulado “Antumbra”. O duo é Karine D’alessandre (Bateria) e Daniel Silveira (Vocal e Baixo).





A zoeira tomará conta do festival uma vez que O Bonde do Metaleiro fora confirmado. A banda já lançou um álbum denominado “O Ataque dos Headbanger Virjão” que conta com 13 faixas alternando entre humor, brincadeiras, sátiras e diversão. A  formação é composta por Metaleiro (Vocal), Ziggyzira (Baixo), Serginho (Guitarra) e Doug (Bateria).




Então galera, com todos esses aditivos e peculiaridades, não dá para nem pensar em perder um festival com tamanha estrutura e importância, vamos movimentar a cena catarinense, acompanhem, compareçam, compram materiais, divulguem, compartilhem, expressem seu sentimento, convida o pai, convida o tio, convida todo mundo e bora remar para Rio do Campo no próximo fim de semana. 

← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU LIKE

ESTATÍSTICAS