segunda-feira, 13 de agosto de 2018

Agosto Negro 8: Ressurge um dos Maiores Festivais Catarinenses

O evento tradicional que já trouxe nomes como Matanza, Cachorro Grande, Dark Avenger, Os Replicantes, Tequila Baby, entre outros grupos retorna às suas atividades. O mesmo historicamente tem mostrado grande importância para a economia lagunense e da região, já que recebe centenas de headbangers vindo de vários cantos do Brasil que sedentos pelo estilo, se locomovem até o sul-catarinense.

A edição do fest ocorrerá no Clube de Campo nos dias 18 e 19 de agosto e contará com praça de alimentação, camping liberado, estacionamento gratuito, além da cobertura de cinco mídias independentes, Rifferama, O Subsolo, A Hora Hard, Cultura em Peso e Urussanga Rock Music.

A Agosto Negro Produções apostou em um repertório distinto, mantendo a pluralidade musical como critério apresentado para a escolha do cast. A partir disso foi confirmado a presença de 20 bandas.



Inicialmente haverá um acústico com Xandy que depois passará os microfones para o grupo Attitude HC que é prata da casa. Eles mantêm em sua sonoridade influência de Raimundos e Matanza. Os integrantes são Erik Quinsler (Voca), Edir Junior (Guitarra) e Fernando Garcia (Bateria).

A Montauk Project será a próxima a subir aos palcos. Com um projeto de Power Metal remetendo a bandas como Shaman, Avantasia, Dream Theater e Stratovarius os tubaronenses arriscam na versatilidade. O grupo é composto por Jhony Wernck, Realdo Fontana, Richard Bittencourt de Souza, Theo Steban e Victor Elias.

Uma das bandas regionais mais esperadas, a Redneck vem de Urussanga- SC e traz consigo o lema da “pior banda do mundo”. Só que a titulação não condiz com a música expressa pelo grupo da benedetta. Os urussanguenses que surgiram em 2013 personificam um Southern Rock com um estilo identitário, bebem das vertentes de Lynyrd Skynyrd, Almann Brothers e ZZ Top além de conter algumas canções autorais. A formação é composta por Henrique Preve (Guitarra/Vocal), Ricardo Spilere (Baixo/Vocal) e Fernando Jesus (Bateria).

O grupo de Thrash Metal Skombrus é originário de São José – SC e surgiu em 2010, a banda era inicialmente apenas um passatempo, mas essa proposta acabou se modificando. Em 2012 lançaram o Ep “Soco Na Cara”, seguido pelo “Crack Massacre”, de 2014. O primeiro álbum da banda foi lançado no início deste ano, intitulado “Betrayal of The Breed". Os integrantes são Luis Henrique (Guitarra e Vocal), Robson Echeli (Guitarra e Backing Vocal), Ronaldo Pereira (Baixo e Backing Vocal) e Luis Maddrumer (Bateria).

A The Undead Manz de Criciúma- SC mistura arte, visual sombrio e Modern Metal através de suas canções autorais que mesclam com influências de Rob Zombie e The 69 Eyes. O grupo divulgou em 2017 o primeiro material intitulado “The Rise Of The Undead” que contém oito faixas, “Deum Tempus”, “Seeds Of...”, “... Evil”, “OBM”, “Ad Clamor Clavium”, “Fearless”, “The Death” e “Destiny Out”. A banda é composta por Z (Vocal e Guitarra), Ravenge (Guitarra), A.K (Baixo) e Jaws (Bateria).

O Rock 'n roll e progressivo exibem a trajetória da Na Veia da Velha também provinda da cidade do carvão. Os músicos são André Cardozo (Bateria), Rob Brigido (Guitarra), Gustavo Cechinel (Vocal) e Fernando Back (Baixo) e pretendem incendiar os palcos lagunenses de 2018.

Mais um grupo de Rock 'n Roll dessa vez experimental se apresenta. A Red Wine é natural de Laguna e conta na sua formação com Léo (Vocal), Will (Guitarra), Tchacka (Baixo) e Macuco (Bateria).

A banda Alkanza surgiu em 2012 na cidade de Laguna e desde o início os músicos sempre caracterizaram suas respectivas músicas através de letras de descontentamento político-sociais e de protesto com riffs céleres e agressivos. Os lagunenses possuem três materiais lançados, o “Destroyed The System” difundido em 2014, o “Colonizado Pelo Sistema” de 2015 o qual possui oito faixas e o mais recente, divulgado ainda esse ano o álbum “Céu da Boca Do Inferno” que contém sete faixas. A banda é formada por Thiago Bonazza (Baixo e Vocal), Pedro Victor Souza (Guitarra), Artur Zamberlan Jr (Bateria) e Renato Lopes (Guitarra).

Um dos headliners, a paranaense Axecuter possui uma trajetória extensa no underground. Os músicos montaram o projeto em 2010 e já lançaram a demo “Bangers Prevail”, os Eps “Innocence Is Our Recuse”, “Raise The Axe” e “The Axecuter”, além disso a compilação “Anthology”, os splits “From Hell Comes The Storm Of The Axecuter”, “Headbanger After Life, o precioso Full Length “Metal Is Invincible” e o recente material “A Night Of Axecution”. Então levantem seus machados e compareçam ao inferno eu será feito por Daniel Danmented (Vocal), Victor Rascal (Baixo) e Jeff Verdani (Bateria).

A Rhestus novamente retorna para o sul do estado. O grupo do norte catarinense está presente há 25 anos no cenário independente e é considerada uma das maiores bandas brasileiras de Thrash Metal. Como trabalhos lançados, os músicos possuem o “Had a World”, “Heroes Of The Doomsday”, “Embryo Of The Endless Sands”, “Rest Of Old, New And Rare Of 15 Years”, o precioso “Games of Joy... Games of War” e “Heavy Metal” divulgado em 2013. A banda é composta por Fantasma (Vocal e Guitarra), Valda (Baixo), Gabriel Klein de Carvalho (Bateria) e Tiago A. Sestrem (Guitarra e Backing vocal).

Representada através de uma miscelânea, a Molitium vem gradativamente crescendo na cena catarinense. Formada em 2011 com o nome de Diemordinate, os músicos ingressaram no underground com o coeso Ep “Fight For Freedom” lançado dois anos após a criação do grupo. No entanto, houve um processo de transição, mudança de integrante e consequentemente firmado no primeiro full length “Progeny” recentemente difundido. A formação é Lucas Pavei (Baixo), João Kuntze (Bateria), Renato Campo (Guitarra) e Egvar Hermann (Vocal/Guitarra).



O encerramento das atividades do sábado fica pelo Especial The Doors que vai remeter clássicos da banda estadunidense.

A primeira banda a se apresentar no domingo é a Chicospell de Imbituba- SC, os músicos apresentam um Stoner Rock com letras contendo temáticas existenciais e comportamentais. Como música autoral destaca-se para “No One’s Happy”. A banda é formada por Rafael Freitas (Vocal e Guitarra), Andrei Garcia (Baixo) e Éder Freitas (Bateria).

Um dos melhores grupos criciumenses da atualidade, a Antítese destaca-se pela presença de Rock N Roll, Rock Clássico e Hard Rock através de composições que mantém um cunho sócio-político de descontentamento e revolta, isso é nítido no clipe de “Ser Igual” difundido em 2016 que traz em seu âmago o preconceito enfrentado por minorias. A banda já divulgou dois trabalhos, o full length “Ser Igual” e o recente “Despertar”. Os integrantes são Talita Oliveira (Voz), Leandro Oliveira (Guitarra), Fabrício Biava (Guitarra), Guilherme Oliveira (Teclado), Sandro Vidotto (Baixo) e Kevin Saviski (Bateria).

O projeto acústico Nós idealizado por Julia Maurício e Leandro Silveira fará sua apresentação na Praça de Alimentação. O duo exibe covers renomados de Nando Reis, The Beatles, Mallu Magalhães, Pitty, Nirvana, entre outros artistas.

Emergindo o Rock n Roll, a Muddy Boots de Florianópolis- SC visa o rock sessentista e setentista como Cream, Rush, Trapeze. Entretanto o grupo obtém duas canções próprias, são elas, “The Colour Out of Space” e “Empty Bottle”. O Power Trio é formado por Lucas Hilsendeger (Baixo e Vocal), Gabriel Fernandes (Guitarra) e Martin Vincent Bloedorn (Bateria e Backing Vocal).

A outra headliner do evento vem do Nordeste do país, mais precisamente São Luiz- MA, a Tanatron está realizando a turnê “The Machine Is On Tur” que passará por sete estados e também pela Argentina. Com 22 anos de trajetória, os maranhenses têm alguns trabalhos divulgados como as demos, “Primitive Behaviour” e “Trivial Chaos”, o single “Tanatron” e o full length homônimo. Tudo isso é somado a um Death Metal cru, agressivo e ríspido característico do quarteto que conta em sua formação com Nyelson Weber (Baixo e Vocal), Weeslem Lima (Bateria), Nynrod Weber (Guitarra) e Daniel Azevedo (Guitarra).

Representante de Canoas – RS, a Horror Chamber exibirá o poderoso e árduo Death Metal. O grupo está na ativa desde 2004 e obtém um grande reconhecimento no cenário do Metal Extremo devido as duas demos lançadas e ao seu álbum “Eternal Torment” divulgado o ano passado. A banda é formada por Guilherme Lannig (Baixo/Vocal), Felipe Pujol (Guitarra), Paulo Hendler (Guitarra) e Rafael Machado Kniest (Bateria).

Em seguida entrará em palco a banda Texas Blues, originária da cidade de Tubarão o grupo busca inspiração nos clássicos do Rock n' Roll e Blues. Com seus 12 anos de estrada e um nome reconhecido no cenário musical, possuem em sua discografia o EP “Harley Davidson” e Full Length “Hoje eu vou beber”, além da demo “Garota Rock n Roll”. A formação atual conta com Andboy (Guitarra), Paulista (Vocal), Ratão (Baixo) e Chubaca (Bateria).

Para os amantes de Heavy Metal, em especial Iron Maiden ficarão congratulados com a exibição da banda Children Of The Beast que trará grandes sucessos dos ingleses e encerrará os shows do Agosto Negro 2018.

Compareçam e apoiem o cenário de sua região, todos nós precisamos de você!


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU LIKE

ESTATÍSTICAS