quarta-feira, 10 de abril de 2019

Final Disaster: Sombrio, Obscuro e Melódico

Depois de uma bela apresentação na última edição Otacílio Rock Festival, recheada de esoterismos, de uma performance ímpar e da exibição do hidromel do grupo, a banda paulistana Final Disaster nos concedeu um material “The Darkest Path”, para a elaboração de uma resenha.

Foto 1: Metal Archives da banda
O Ep contém quatro faixas, “The Dark Passenger”, “This Is The End”, “Oblivion” e “Beware The Children” e foi divulgado em março de 2017, sendo produzido, mixado e masterizado por Raphael Gaza. O mesmo esboça uma capa de um lugar sombrio abandonado, iluminado apenas por um vitral.

A primeira faixa “The Dark Passenger”, em si traz a peculiaridade da repetição dos versos “Lies in my head, in my head”, a composição exibe desejos soturnos regados a pesadelos e sentimentos intensos. O instrumental é mais leve, bem trabalho e cadenciado, o que proporcionou ao grupo, um videoclipe para difusão. Nesse audiovisual, os músicos são protagonistas de um enredo horripilante.



Mais célere e agressiva, “This Is The End” é marcada por uma sincronia entre os vocais de Kito Valim e Laura Borssati Giorgi, além de um denso solo no meio da canção. A letra expressa o fim de tudo, os pensamentos autodestrutivos e o horror que cada pessoa carrega consigo, além, é claro do hermetismo habitual.

A mais rápida do material, “Oblivion” possui 02:57 min. Ela é caracterizada por uma sonoridade constante que se alterna em alguns momentos da mesma, e que explicita o solo de dedilhados rápidos e velozes. A conexão entre medo, passado e pesadelo é a forma como se define o âmago da música.

“Beware The Children” é uma das mais técnicas da demo, já que possui um instrumental rico, agressivo e sólido. Devido a sua potencialidade, ela nasce com o status para se tornar um hit da Final Disaster. Ela ingressa com um monólogo em sua introdução e a composição expressa sobre os problemas da mente, sobre a hipnose e os sentidos entorpecidos. Contudo, perante a essa boa aceitação, os músicos difundiram um vídeo para faixa. 



A banda de Death Metal Melódico, Final Disaster foi formada em 2013 e traz consigo letras que enfatizam lendas urbanas, terror, literatura e sangue. Esse conglomerado de temáticas está nítido nos seus materiais, na demo “Another Victim”, no single “Finis Hominis” e no mais recente trabalho “The Darkest Path”. Atualmente, a vocalista Laura Borssati Giorgi deixou o grupo para dar prosseguimento em seus projetos pessoais.

Foto 2: Metal Archives da banda
Formação Atual:
Kito Vallim (Vocal)
Daniel Crivello (Guitarra)
Rodrigo Alves (Guitarra)
Felipe Lúcio (Baixo)
Bruno Garcia (Bateria)




← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário