domingo, 11 de agosto de 2019

AbomiNação: A hipocrisia religiosa e suas facetas “abençoadas” através de Sermo Serpentum

A banda lageana AbomiNação lançou na última segunda-feira (05) o clipe “Sermo Serpentum”. O vídeo foi produzido por Gabriel Coelho, gravado, mixado e masterizado por Daniel Dante Finardi.


O trabalho exibe a qualidade e principalmente o crescimento do grupo. No videoclipe, Mateus Biazotto (Vocalista e Baixista) é tido como padre, enquanto Miro Wagner (Guitarrista) e Ruan Rudieri (Baterista) são seus súditos. Com um altar remetendo a templos cristãos, o grupo ingressa críticas à misoginia, a intolerância e ao preconceito expresso através de discursos morais religiosos.

Partindo desse pressuposto, os músicos ainda explicitam as estratégias usadas pelo atual presidente Jair Messias Bolsonaro, de que “Deus está acima de todos” e mostram as características hipócritas simbolizadas por armas, pela violência e pelo medo usadas pelo político como uma forma de aquisição de votos.

O sermão da serpente traz características de Rap através de rimas rápidas, Hardcore e Crossover. Ainda no clipe, a paisagem muda e a sonoridade passa a tomar peso, enquanto a letra continua a abordagem de questões sócio históricas.

Foto 1: Facebook da banda
A recepção do trabalho perante aos fãs já obtêm resultados, uma vez que nos comentários em suas redes sociais, os mesmos parabenizam e exibem opiniões de apoio ao grupo lageano.

A Abominação
O grupo aos poucos se consolida no cenário catarinense. Formada no ano de 2014, os músicos possuem dois trabalhos, o Ep “Ódio” e a demo “País de Tolos”. Suas músicas recheadas de críticas sociais se personificam através dos seus clipes divulgados, como o de “Ars Moriendi”, divulgado no ano passado.

Foto 2: Facebook da banda
Formação:
Mateus Biazotto (Vocal e Baixo)
Miro Wagner (Guitarra)
Ruan Rudieiri (Bateria)

Plataformas Virtuais:


← Postagem mais recente Postagem mais antiga → Página inicial

0 comentários:

Postar um comentário