terça-feira, 15 de fevereiro de 2022

Blumenau: 10 videoclipes que marcaram a cena (Parte II)

Devido a demanda de muitos clipes desenvolvido na cidade, resolvemos fazer a segunda parte, trazendo clipes de Pop, Reggae, Shoegaze, New Metal, Hardcore, entre ouros estilos. Cada banda ou projeto, trazendo sua peculiaridade, seja pela criatividade do audiovisual ou pela qualidade das composições.

 


100 Dogmas – Corpo Fechado

A banda de Groove Metal formada em 2012, ganhou destaque pelo clipe lançado em março do ano passado.  O trabalho audiovisual ganha destaque, pois emerge em uma atmosfera mística, no que tange aos seus simbolismos, com takes que fazem uma alusão ao vodu e aos elementos de água e fogo.



Pressure Gain – There’s No End

A banda blumenauense ganha cada vez mais destaque no underground catarinense, com destaque para suas faixas autorais. O clipe de “There’s No End” é o terceiro trabalho do grupo, e exibe o cotidiano de várias pessoas que fogem de seus devidos traumas.


Madeixas – The Spring Dream (MTV)

 Se você acompanhou a MTV do final dos anos 90 e início dos anos 2000, já pode ter se deparado com o clipe de “The Spring Dream” na sua tela. A banda blumenauense de Rock Alternativo foi formada em 1996, tendo lançado o clipe dois anos após sua criação.


Feed The Freak – Fanatic

Como o nome já explicita, a banda Feed the Freak aposta no Freak Rock e se caracteriza por um visual marcante, e um ritmo peculiar carregado de obscuridade. Isso também se reflete no vídeo de “Fanatic”, lançado em 2019, que cria uma atmosfera sombria através das imagens em preto e branco e a teatralidade do grupo.


 

Carcanhá – É de Maracujá

A Carcanhá foi formada em 2015, e mantém a chama e o ideal do Punk Rock totalmente ativo através de suas letras bem-humoradas, de crítica social e revolta. O vídeo de “É de Maracujá” foi lançado em 2018, e mostra de forma divertida, a história de alguém que adquiriu o tão temido “calcanhar de maracujá”.


Malungo – Latino Americano

Em 2013, a banda Malungo mesclou seu Groove com o Soul e difundia o videoclipe “Latino Americano”. A canção exibe cenas cotidianas de “um rapaz comum”, ao passo de exibir danças, batuques e takes dos músicos. Com quase oito mil visualizações, a canção é uma das mais pedidas no show do grupo, que completa 14 anos de estrada em 2022.

 


John Muller – Nostalgias

Um exímio compositor e um versátil instrumentista, o blumenauense John Muller dispensa comentários. No auge de sua carreira, o músico possui três discos, “Por Um Fio”, “Na Linha Torta” e “Sintonia”, trabalhos estes que carregam o intimismo em cada canção. O audiovisual “Nostalgias” carrega uma sensibilidade ímpar e exibe os devaneios e nuances dos amores passados.



Acidental – E Agora Eu Preciso

Diferentemente do Ska/Pop do Parachamas, Alexandre Machado aposta no Shoegaze com pinceladas de Indie Rock. A banda Acidental foi formada em 2014 e carrega em seu âmago, músicas introspectivas por meio do Post Rock, o que caracteriza o disco “Objetos Arremessados pela Janela”. Há um ano, o grupo difundiu o clipe “E agora Eu Preciso”, que traz takes dos músicos através de versos reflexivos.



Ahab Sealife Conservation Inc. - December Will Be Magic Again (Kate Bush)

Movidos por uma referência nada peculiar, da icônica cantora inglesa Kate Bush, responsável por mesclar o Art Rock e Art Pop com influências progressivas, a banda Ahab Sealife Conservation Inc. há um ano, resolveu homenageá-la com a releitura da preciosa canção “December Will Be Magic Again”.



Oh Jah Jah - Amanheceu

Com 56 mil visualizações e tornando-se hit nos verões de Santa Catarina, “Amanheceu” não faltaria na lista, pois a composição cativante, emana sentimentos positivos e a plena calma, através de imagens do litoral. Detentora do audiovisual, a banda Oh Jah Jah se consolida cada vez mais no cenário do Reggae Brasileiro.





0 comentários:

Postar um comentário

DEIXE SEU LIKE

ESTATÍSTICAS